A Arte do Bem Estar 50+

  • Bem Estar 50+
  • Contato
  • Reservar Vaga
Bem Estar 50+

A ARTE DO BEM-ESTAR 50 +

Aprender a se auto cuidar é uma exigência da nossa própria natureza, embora o estilo de vida escolhido pela maioria – grande consumo de tempo para o trabalho, estudo, deslocamento - não colabore com esse projeto. Com o passar do tempo o organismo vai emitindo sinais de alerta de que está fazendo um grande esforço de adaptação para suportar toda essa carga de estresse. Se, não ouvido, ele passará para a fase de resistência onde o cansaço mental, dificuldade de concentração, redução da memória, insônia, já começa evidenciar sintomas patológicos.

Para você que está ingressando na quinta década de vida, recém aposentado ou não, a prevenção para que continue a ter uma vida saudável é o seu melhor investimento. E uma vida saudável é feita de trabalho (regular ou voluntário), de reuniões sociais e familiares, de viagens, de festas, de alegria, de estudos, de amor pelos entes queridos e por toda a humanidade, de relação afetiva com muito prazer por uma mulher ou por um homem).

A longevidade é uma realidade. “Os primeiros seres humanos a passar dos 150 anos de idade com qualidade de vida, já nasceram” (Kenichi Yamakoshi, cientista japonês). Enquanto nas décadas de 40, 50, as pessoas morriam por volta dos 50 anos ou psicologicamente estavam esperando a morte chegar, hoje estamos desenvolvendo um trabalho exatamente para cuidar das pessoas a partir dos 50 anos. Você acha que desenvolveríamos um trabalho para ensinar pessoas de 50, 60, 70, 80, 90 ou mais, a se cuidarem se não acreditássemos na longevidade?

Acompanhe o histórico que se segue:

Inicialmente, os pais cuidam dos filhos porque, diferentemente das outras espécies de seres vivos, o ser humano necessita desses cuidados por um longo tempo, até que se torne independente. Posteriormente, o processo se inverte. Exige que os filhos passem a cuidar dos pais. A exigência na inversão desse sistema, na maioria dos casos, se deve ao desalinhamento da parte física, psíquica e espiritual, que se constitui no tripé de sustentação da saúde orgânica. Esse desalinhamento é provocado por fatores, que incluem uma alimentação inadequada, consumo de informações negativas que atuam diretamente no nosso psiquismo, e falta de consciência de que somos seres espirituais revestidos num invólucro material. Com isso, o organismo perde a sua integralidade e os problemas patológicos começam a surgir exigindo os cuidados que, por diversos motivos, não lhe foi dado.

Acontece que, quando os filhos são requisitados para tomarem à frente desses cuidados, estão na faixa dos 35 a 45 anos, onde a produtividade de suas vidas se encontra em grande escala: dedicação ao trabalho, ao casamento, à educação dos filhos, à casa, aos cursos (técnico, pós-graduação, etc.) ao deslocamento (o trânsito consome grande parte do tempo), sendo impossível uma assistência adequada, principalmente, no que tange à administração de medicamentos.

Como consequência, esses pais precisam ser entregues aos cuidadores, enfermeiros ou

internados em alguma instituição, para que recebam uma assistência de qualidade.

No aspecto físico, essas providências podem resultar num bom efeito. Mas, como apontamos acima, o ser humano é físico, psíquico e espiritual. Segundo a Organização Mundial de Saúde: “Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental, espiritual e social, e não, simplesmente, a ausência de doenças ou enfermidades”.

Seguindo este importante conceito, a separação dos entes queridos ou a retirada de suas casas para viver em outro local, embora necessária, não deixa de ser traumática e violenta. Quando a pessoa perde a capacidade de se auto cuidar, perde também a sua autonomia e passa pelo constrangimento de ser cuidada por estranhos.

Esse processo, todavia, deixa marcas indeléveis na estrutura psíquica por desenvolver sentimentos de abandono, preocupações e expectativas negativas, vida vazia, desprovida de sentido... que aceleram o processo de adoecimento.

Será que depois de construirmos uma bonita família, uma vida de conhecimentos, e uma vida econômica/financeira, seremos submetidos a isso porque, simplesmente, não sabemos nos cuidar?

Esperamos por você!

Clínica Caminho do Viver
Contato

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de se inscrever em nosso projeto?
Nos envie uma mensagem e lhe responderemos o mais rápido possível.

Reservar Vaga
 

Matrículas Abertas!

Mude sua vida agora mesmo com um curso que irá lhe ajudar a aproveitar o melhor que a vida tem a oferecer.

As matrículas estão abertas, faça agora mesmo a sua reserva.